BOLSA DE ESTUDO DGES ACÇÃO SOCIAL A- PRAZO DE CANDIDATURA À BOLSA DE ESTUDO
 
  • Entre 25 de Junho e 30 de Setembro;
  • Nos 20 dias úteis subsequentes à inscrição, quando esta ocorra após 30 de Setembro;
  • Nos 20 dias úteis subsequentes à emissão de comprovativo de início de estágio por parte da entidade promotora no caso de licenciados ou mestres que estejam a realizar estágio profissional;
  • Ocorrendo a inscrição antes de 30 de setembro o estudante dispõe sempre de um prazo de 20 dias úteis para submeter o requerimento, mesmo que esse prazo ultrapasse o dia 30 de setembro.
 
O requerimento pode ainda ser submetido entre 1 de outubro e 31 de maio, sendo, nesse caso, o valor da bolsa de estudo a atribuir proporcional ao valor calculado nos termos do presente regulamento, considerando o período que medeia entre o mês seguinte ao da submissão do requerimento e o fim do período letivo ou do estágio. 
 
 
 
B- INFORMAÇÃO SOBRE BOLSAS DE ESTUDO - DGES
 
 
Consulte o Regulamento de atribuição de bolsas de estudo.

 

Para mais informações poderá consultar o sítio da Direcção Geral de Ensino Superior/Direção de Serviços de Apoio ao Estudante (DGES/DSAE): www.dges.mctes.pt

 
 
Em caso de dúvidas, agradece-se que contacte a Secretaria do ISAVE:
Telefone – 253.639.800 
 
 
 
C- APOIO FINANCEIRO ESTUDANTES ENSINO SUPERIOR
 
Sabias que existem empréstimos bancários com garantia mútua para estudantes do ensino superior? Informa-te no Gabinete de Ação Social do ISAVE.
A assinatura de protocolos com instituições bancárias (CCA, Caixa de Crédito Agrícola; Montepio; Millenium BCP; BES; BPI; CGD; BANIF; Santander; Banco Comercial dos Açores) e a SGPM - Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua, permite aos estudantes e bolseiros do ensino superior, recorrer a este sistema de empréstimos que abrange também estudantes em programas de mobilidade internacional, permitindo a obtenção de melhores condições de financiamento junto das instituições bancárias.
Os empréstimos são concedidos sem necessidades de avales nem garantias patrimoniais, a taxa de juro mínima, com spread máximo de 1%, apurado com base na taxa dos “swaps” que será ainda mais reduzida para alunos com melhor aproveitamento escolar (10 a 13 valores: spread de 1%; 14 a 15 valores: spread de 0,65%; maior ou igual a 16 valores: spread de 0,20%).
O valor do empréstimo pode variar entre 1.000€ e 5.000€ por ano do curso, até um máximo de 25.000€ (em cursos de 5 anos), e as quantias são reembolsáveis entre 6 a 10 anos após a conclusão do curso, com pelo menos um ano adicional de carência de capital.
 
Informa-te no Gabinete de Ação Social do ISAVE.